Arriscar sempre que puder




No fds eu estava vendo fotos no instagram de uma amiga que está morando em Minorca (corajosa por sair de Mauá e mudar de país), e comecei a relacionar as fotos com uma música que coloquei no repeat hoje à tarde inteira, a música é Heading Home do Gryffin (a música está logo abaixo, vamos ficar mentalmente na mesma vibe). 

Fiquei refletindo muito tempo sobre os assuntos que a gente conversava no ensino médio, especificamente sobre fazer coisas diferentes e arriscar sempre que puder. Mesmo que seja pra tomar um café no meio da tarde em um bar diferente, mas que era necessário estar entregue, sentindo cada gole, degustando o agora sem pressa, apenas vivendo e sentindo um calorzinho no peito. 

Não custa muito ser feliz, o que custa caro mesmo é a gente não se permitir sentir essas sensações. Enquanto ela mudou radicalmente a vida indo pra outro país, não estou ficando pra trás, eu ainda continuo arriscando. Por exemplo, ultimamente estou aprendendo a cozinhar de verdade rsrs, sentindo cada tempero, experimentando cada sabor. Mesmo que aos poucos, estou arriscando coisas diferentes, da maneira como foi prometido no ensino médio...






Wishlist - Banggood



Olha só quem realmente voltou.
Depois de quase um ano sem usar essa linda plataforma colorida, eu resolvi voltar. E por que eu desapareci? Bem, comecei a trabalhar final do ano passado, então eu não tinha mais vida social, e bem, depois eu sai, tive vida social e gostei tanto de ter vida social que esqueci da vida virtual, ou seja: O BLOG. Senti muita falta, mas essa semana, de repente, do nada, de um segundo para o outro igual as treta que acontece em Onde Upon a Time, eu decidi voltar. E aqui estamos nós. Mas vamos ao assunto e deixar o dilema de ser ou não ser, para trás.

Hoje eu vou falar de uma loja que fiquei apaixonada assim que conheci. A Banggood. Um lugar onde você pode encontrar, realmente, de TUDO. Dando uma passada pelo site você pode encontrar desde acessórios para celular, até produtos para casa, decoração, roupas e muito mais. Um lugar completo onde você encontra preços baixos e diversas opções de produtos.

Eu fiz a minha WishList navegando pelo site e vim mostrar para vocês.


Os primeiros dois produtos que eu AMEI foram esses dois. O enfeite de cadeira dos noivos ( para quem não sabe, e claro, nenhum leitor do blog ainda sabe por que eu sumi antes de isso acontecer, eu fiquei NOIVA. Pois é, mais para frente conversamos sobre isso) e também uma linda madeirinha onde o pajem leva as alianças. Claro que eu já me imaginei com o meu mozão, sentados com o enfeite em nossas cadeiras, e meu sobrinho maravilhoso levando as alianças na madeirinha enquanto eu me derramo em lágrimas.





Eu também fiquei apaixonada pela touca BAD HAIR DAY. As loucas do Pinterest, Tumblr e We Heart It sabem como essa touca toca os nossos corações. Assim que eu vi ela eu disse: EU QUERO, EU PRECISO, MEU PRECIOSO. Mas também amei esse macacão com listra branca na lateral. Só faltou eu estar dentro dele, com uma jaqueta de couro no calor de 37° Graus.




E como uma Potterhead vai olhar essa camiseta e não desejar de imediato? Impossível, eu sei. Assim que eu vi dei um gritinho imaginando 73 looks, mudando somente a calça e o acessório. E por último, mas não menos importante, um Mapa Mundi antigo que ficaria magnífica na parede da minha futura casa com mozão.




Essa foi a minha Wishlist da Banggood. Ficou curiosa(o) para saber o que você pode encontrar no site? Corre lá e confira as opções maravilhosas. 





Os dias

(imagem retirada do Pinterest)


Depois de um tempo você começa a esquecer de contar os dias.
Você começa a parar de contar os meses, e até acaba esquecendo o dia especial do mês. Mas não por que não dá importância, ou por que tem coisas na cabeça que te impede de lembrar isso, não.
Você esquece por que aquele dia não é o mais especial. Sim, ele foi. E como foi. Foi o dia em que você sorriu, o dia em que abriu seu coração mais uma vez, o dia em que deixou as suas amarras para trás, jogou tudo para o alto e disse para si mesma: AGORA VAI.
Mas existem tantos outros importantes quantos aquele dia. Como o dia em que disse: Eu Te Amo, pela primeira vez sendo naquele lugar que você menos imaginária ouvir. Ou quando olhou para trás e viu uma pessoa segurando uma caixinha pequena na mão, onde dentro dela estavam duas alianças pratas. Ou talvez o dia em que tirou a primeira foto, ambos sem mostrar o rosto, se abraçando e comemorando o primeiro Dia dos Namorados. Teve o dia em que você apareceu com um lindo buquê de rosas azuis por que ela, simplesmente, amava rosas azuis. Teve o dia da decisão de: Sim, vamos mesmo pensar em casamento! E também o dia de escolher as alianças douradas, o dia de pegar as alianças douradas, e o dia de fazer a garota chorar no meio de um restaurante enquanto você dizia para ela por que ela deveria colocar aquela aliança dourada.  
Depois disso, teve o dia de decidir O DIA, e também de ver o lugar onde vocês diriam: ACEITO, no meio de uma multidão, fingindo não ter ninguém ali exceto vocês dois.

Mas sim, esse dia ainda é importante e sempre continuará sendo. Mas se um dia a garota que chorou olhando aquela aliança dourada no meio de um restaurante, se esquecer de dizer: Feliz dia 25... Só lembre que ela se lembra de TODOS OS OUTROS DIAS. 

Eu não mereço o seu amor


Como pode? Eu não entendo, e mesmo não entendendo ainda assim você gosta de mim. Por muitas vezes pergunto-me o porquê de você gostar tanto de mim. Eu não mereço, não faço por onde e ainda assim você está perto de mim. Como pode alguém me amar tanto assim? Eu não sou merecedor de nada e mesmo assim me dá atenção quando estou precisando. Por quantas vezes disse estar sozinho, e sem ninguém e mesmo assim esteve do meu lado secando minhas lágrimas e me fazendo carinho.

Eu peço desculpas. Foi mal. Eu sou um erro, e minhas atitudes também são assim. Quero estar com você, mas sempre dou mancada. Mas é que eu te afasto achando que você merece alguém melhor. Alguém que te garanta, e que te faça bem. Mas é que eu erro mais do que acerto. É que querendo que você fique, eu acabo te fazendo ir. Não quero te segurar, mas não quero te soltar. É foda, porque eu sei que qualquer um é melhor do que eu. E eu não sei se aguentaria ver você vivendo outra bagunça por aí.

Eu não sou de demonstrar muito. Escondo os meus sentimentos porque sou medroso demais. Você sempre foi mais esperto que eu, sempre soube como lidar com tudo isso. Se você parasse pra refletir um pouco mais, com certeza já teria partido pra outra. Você sabe que eu complico tudo, que eu tô sempre apertando a mesma tecla. Não mereço nem metade do que você é.

A verdade é que se eu te perder, também acabo me perdendo. E você sabe que eu já sou um pouco perdido. Por favor, não desista de mim, tenta me segurar um pouco mais. Porque eu tô tentando também. Do meu jeito torto e babaca, mas tô tentando. Fica comigo? Te amo.