Lembro quando...


... eu era criança. Lembro das minhas brincadeiras, de como eu sorria tão facilmente. De como eu adorava ver a minha mãe arrumando o meu cabelo, e como ficava feliz quando meu pai chegava do trabalho e me pegava no colo. Lembro até mesmo como era fácil fazer amigas; emprestar um lápis de cor na escola era sempre algo infalível. Lembro até mesmo de quando eu corria no recreio brincando de pega-pega, e como o banheiro dos meninos era como o portal do inferno para todas as meninas, e como só o fato de chegar perto já demonstrava que você era incrível demais.
Lembro de como uma moeda de um real me transformava na garota mais rica da segunda série. E de como era legal dizer que eu era uma daquelas meninas dos desenhos animados, e de como os meus namorados, também de desenhos animados, eram extraordinários. Lembro inclusive que minha mãe dizia que eu não devia brincar com os meninos, mas ela não sabia como os meninos tinham as brincadeiras mais divertidas e como eles conseguiam fazer até uma moeda ganhar um nova função.
Lembro dos meus cães, do Ralf e do Bob, e de quando o Ralf foi mandado para a carrocinha, e como eu chorei, como fiquei com medo de usar um sabonete, por que "sabonetes eram feitos de cães". Lembro também de quando falaram que o Bob tinha morrido na rua. E quando o Tico, o gato mais incrível do mundo, desapareceu. E de quando o meu coelho, o Fofo, morreu por que o cão da vizinha achou legal comer ele. Foram as minhas primeiras perdas, dolorosas demais. Mas eu sabia que um dia encontraria eles no céu dos animais, e eu diria o quanto de saudade o meu coração havia guardado por tantos anos, e como eu queria ter tido eles em meus braços por mais tempo.
Mas sabe do que eu mais me lembro? De como eu achava que o mundo era um lugar incrível. Não havia sofrimento... Dor e nem medo. Meu único medo era não conseguir segurar o xixi durante o sono. Eu não tinha medo de sair na rua e não voltar pra casa, não tinha medo de perder quem eu amava por que eu achava que todos eram imortais. Eu não tinha medo de não realizar os meus sonhos, por que minha mãe dizia que eu seria o que quisesse ser, que eu até mesmo podia ter um príncipe encantado, ou um unicórnio. Eu poderia ser uma Rock Star e uma astronauta.
Mas entre tudo isso, sabe o que eu mais lembro? Lembro de como todas as pessoas pareciam ser boas. De como todas as pessoas sorriam pra mim, de como eu não precisava usar mascaras, ou mentir, ou fingir que eu gostava de alguém, por que naquele tempo, o mundo era um lugar bom demais, onde só havia felicidade, duendes, e a fada do dente com mais moedas para me dar. 
Lembro que eu não precisava pensar que o mundo e a raça humana poderiam ter esperanças, por que eu sequer sabia o que era esperanças... Bastava acreditar.
Mas agora, eu lembro de como era bom acreditar. 

17 comentários:

  1. seu post me fez viajar em uma parte da vida que posso dizer foi uma das melhores , de como tudo era simples , de quando eu ia pra escola e fazia mil amigas no mesmo dia , de como eu amava brincar no chão mesmo de ver desenho na tv . ai como era bom .. amei seu texto <3
    beijos


    http://loucaapaixonada22.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Tainara :)

      Excluir
  2. Que lindo texto e fez-me viajar também para a infância! Nostalgia!

    http://cocojeans.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  3. Ai que saudade da minha infância, eu lembro que ter canetinhas era ser popular naquela época hahahahahah ai que delicia <3 Amei seu texto me bateu uma saudade da minha infância nossa...
    www.descrevendonuvens.com
    www.facebook.com/descrevendonuvens

    ResponderExcluir
  4. Que lindo o texto!! Li e lembrei-me o quanto a minha infância foi feliz!!
    Já tem post novinho esperando por você!!
    Curta a nossa página no Facebook, é só clicar: https://www.facebook.com/blogrolamuito
    Muitos beijinhos..

    ♥ www.rolamuito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Que lindo Texto Danie,realmente é assim,voltei no tempo e que tempo bom ;)
    bjão

    ResponderExcluir
  6. Que texto giro! É bom relembrar esses tempos :)
    millions-of-diamonds.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  7. Você escreve muito bem! *----*
    Tudo no seu blog é realmente lindo. O layout, posts, imagens...perfeito, parabéns!
    Já estou te seguindo!
    Dá uma passada lá no meu blog quando puder, está rolando um sorteio maraaa de duas semi jóias da Brilho Magia. Você não pode ficar de fora! 
    Beijão!
    http://makedamotociclista.blogspot.com.br
    Meu Twitter: @cat_343
    Meu Insta: tamiya343

    ResponderExcluir
  8. Que texto maravilhoso arrasou amei
    venha participar do sorteio de 03 do blog.
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=EgeQXJjUpSQ
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Texto perfeito!
    Lembrei (e concordei) de muita coisa também!
    Aaaahh a saudade do tempo que não volta mais!

    bjOO

    Blog Breshopping da Dany
    SORTEIOS Breshopping da Dany SORTEIOS
    Instagram: @breshopping_da_dany
    Twitter: @brechodanylins

    ResponderExcluir
  10. Seu texto está mais quer perfeito, também sinto falta da infância de como tudo era mais fácil e menos perigoso! Pena q esse tempo não muda mais!
    Bjs

    http://achadosdamila.blogspot.com.br/
    http://facebook.com.br/achadosdamila

    ResponderExcluir
  11. Nossa, tu escreve muito bem, vai escrever um livro guria!! Eu quase chorei, ri e lembrei de muita coisa que tu escreveu.
    Beijoss

    http://diariosmolhadoss.blogspot.com.br/2015/08/recomendo-blusa-listrada.html

    ResponderExcluir
  12. Que texto lindo, me identifiquei! Tenho tanta saudade da minha infância, de cada momento e eu lembro perfeitamente de muitos, como se tivessem acontecido ontem...
    Beijos.

    http://blog-abreaspas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. nossa haha esse texto literalmente me fez lembrar (lembro quando haha) eu era criança mesmo, fez-me viajar nas coisas do passado e acho que fiquei um pouco triste :c

    † Inocentemente Ingênua †† Inocentemente Ingênua †† Inocentemente Ingênua †

    ResponderExcluir
  14. Dani, que texto maravilhoso e emocionante. Parabéns.

    Blog Entretanto

    ResponderExcluir
  15. É muito estranha essa sensação de lembrar o que fazíamos e como pensávamos quando eramos crianças, né?! É muito nostálgico e triste pensar que já faz tempo e que aquilo era tão especial e passa muito rápido ;(


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  16. Que texto maravilhoso, sério! Me fez relembrar de tantos momentos da infância, deu uma saudade! E pensar que quando a gente é criança, queremos crescer rápido, né? Agora dá vontade de voltar no tempo!
    Um beijão,
    Gabi do likegabs.blogspot.com

    ResponderExcluir

Desde já, obrigada pela visita e pelo comentário.

Volte sempre <3