Tragédias dentro da alma


O Brasil parou diante do rompimento das barragens da mineradora Samarco em Minas Gerais, mais especificamente no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, naquela fatídica quinta feira, dia 05 de Novembro. Foram 08 corpos achados entre a lama e 19 pessoas desaparecidas até o momento. Não muito longe dessa data, porém a mais de 8000 km em linha reta de diferença, na sexta-feira, dia 13 de Novembro de 2015, aconteceu na capital da luz, Paris (França), tiros numa casa de show, bombas no estádio  e ataques nas ruas, que matou mais de 130 pessoas e deixou mais de 350 feridos. Até onde se sabe, os ataques envolveram pessoas que são ligadas ao grupo extremista Estado Islâmico. Em Mariana, ninguém foi preso ainda e/ou condenado, em Paris, 05 terroristas identificados,  23 pessoas detidas e 104 estão em prisão domiciliar, devido às autoridades francesas verem algo ligado aos ataques.

Pois bem, depois de toda essa desgraça no mundo, começara uma longa jornada de discussões em redes sociais, mais especificamente no facebook. Mas se engana você, caro leitor, se pensa que as discussões eram para levar água a Mariana ou levar condolências a Paris. O fator maior que vi ali, eram pessoas atrás de curtidas e comentários de apoio, pasmem, a elas mesmas. Foi feio, foi rude!

O facebook disponibilizou um app que as pessoas poderiam mudar sua foto de perfil para as cores da bandeira Francesa. Alguns mudaram, outros estavam em paz com isso, enquanto outros começaram com as críticas do tipo: “Minas Gerais também está sofrendo e você não trocou sua foto de perfil” “Facebook hipócrita” “Ninguém aqui gosta do Brasil, ninguém é patriota”. GENTE, PARA ! Se você vê problema em pessoas falarem de tal assunto e acabarem não falando de outro assunto, isso não tem nada a ver com patriotismo, com amor ao seu país, isso é um problema exclusivo pertencente a ninguém mais ninguém menos que a você. Ninguém tem nada a ver com o que você acha que a outra pessoa deve postar. Não mesmo! Tragédias, mortes, deslizamentos de terra, falta d’água, tiros, serão as mesmas coisas em todos os lugares, em todo o mundo. Não existe diferença nisso. São tragédias e pronto e ponto.

Não há o que decidir o que é pior, se é Mariana e seu triste desabamento ou é Paris e seu caos com o terrorismo. Tudo é ruim, tudo nos leva às lágrimas, com tudo temos que ser solidários e darmos amor e compaixão ao próximo. Seja pela casa que perdeu, seja pela água que faltou ou seja pelo parente morto. Não existe melhor ou pior nisso tudo. O que deve existir mesmo é amor.

Cale-se em sua insignificância se for para abrir a boca e falar o que não deve. Dobre seus joelhos e peça para Deus guardar aqueles que conseguiram escapar dessas tragédias e também as almas que se foram. Se conseguir, doe! Se informe como pode doar e ajudar em algo. Seria muito mais bonito da sua parte. Vamos fazer do mundo um lugar melhor para viver e pra isso acontecer, terá que começar por nós mesmos.


Paz

11 comentários:

  1. Minha opinião sobre esse assunto é bem forte. Eu moro em Governador Valadares - MG, e pela minha cidade desde que me entendo por gente, existia um Rio com águas fortes e vivas, o Rio Doce, que foi um dos afetados pela barragem de Mariana, a lama das barragens destruiu toda a fauna que existia por todo o rio, matou todos os peixes, TODOS, sem exceção, além de comprometer o abastacimento de água da cidade e todos os municípios que dependiam do rio. Foi uma situação horrível. As pessoas começaram a passar cede, não haviam água pra todos, pessoas deixaram de tomar banho, algumas pessoas morreram aqui na minha cidade por causa de água. Tinha alguns que não tinham dinheiro pra comprar água mineral pra beber, o que me doía ainda mais o coração. :/ Eu fui uma das pessoas que comentou no facebook dizendo que Minas Gerais também precisava muito da ajuda e da atenção de todos, mas foi porque a partir do momento do ocorrido de Paris, TODAS AS MÍDIAS, TODAS, deixaram de nos observar para cobrir Paris o tempo todo, enquanto ainda passávamos necessidade e ainda havia pessoas morrendo nessa tragédia ambiental. Não sou hipócrita por ignorar Paris, sou protestante por dizer que a TV Globo e as demais, deviam no mínimo ter dado atenção aos dois casos ao mesmo tempo, e não apenas Paris, quando ainda estávamos aqui, do lado deles, no PAÍS deles, sofrendo. :/

    Vote nas enquetes do blog. ♥
    www.acessopermitido.com

    ResponderExcluir
  2. Concordo e penso da mesma forma, inclusive postei ontem sobre isso. Ainda bem que não tenho facebook, mas pelo que a galera anda comentando, virou uma verdadeira guerra entre era "contra" a compaixão por Paris e quem teve, de fato, pena das vítimas do massacre.
    Ao meu ver são duas situações COMPLETAMENTE diferentes.
    Em MG houve um desastre sem precedente, e as empresas responsáveis têm de pagar por isso. Uma pena que o dinheiro não trará de volta a vida de cada bichinho morto :'(.
    Temos que fazer nossa parte, participei da campanha de água para GV e estou esperando o pagamento cair para poder depositar na conta de emergência.
    Se a mídia não faz a parte dela e está priorizando a França, não cabe a nós julgar quem lamentou pelas mortes horríveis em Paris. Até porque no Brasil o desastre ocorreou por negligência, e lá por terrorismo. DUAS COISAS BEM DISTINTAS. Não que uma vida lá valha mais do que as daqui, apenas devemos ter a consciência de que se somos humanistas, ou defensores da natureza, ou críticos de internet, sei lá, qualquer coisa, devemos pensar bastante nos colocando no lugar das vítimas antes de destilar julgamentos.
    Espero que os haters estejam participando de doações também, pois a situação é grave.
    E em relação à França, somente as condolências podem servir como apoio.

    Faroeste Manolo
    Página Facebook

    ResponderExcluir
  3. Ah, concluindo o raciocínio, se a mídia não faz a parte dela, que as pessoas das cidades próximas usem seus smartphones, câmeras e tablets para divulgar via whatsapp e redes sociais. A união faz a força, hoje em dia temos a internet como arma para tudo. Tomara que as pessoas façam a escolha de usá-la como meio de divulgar e conscientizar ao invés de apenas lamentar *mimimi paga pau de franceses* e etc.

    ResponderExcluir
  4. tragédias são tragédias e é ridículo achar que uma tem mais peso do que a outra. Quem não quis mudar foto de perfil, não mudasse e só. Criticar sem movimento é ridículo e inútil!

    beijo
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Presto minhas condolências a cada situação como acho que devo , acho ridículo as pessoas imporem padrões de como devemos reagir a cada situação em nossas vidas !

    www.nataliloure.com.br

    ResponderExcluir
  6. Concordo com você Levi, as pessoas são desnecessárias quando o assunto é cuidar da vida dos outros, querer decidir como viu reagir a essas situações é forçar a barra, ao invés de ficarem nessas picuinhas...vamos tentar ajudar, arrumar alguma forma de doar um alimento, uma garrafa de água....ou apenas uma msg de amor, de força....sejam menAs pessoas insignificantes. #Ridículo
    Top o post, sempre trazendo assuntos diferentes e com um ponto de vista incrível, parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Oi Danie. É bom estar a par dos acontecimentos do mundo - sejam eles bons ou os menos bons.
    Mas em relação a tragédia do Brasil tal como todas as outras no resto do planeta Terra, ela tem nome e se chama Homem! Só acho triste as pessoas ficarem pasmadas, triste e desoladas com os acontecimentos em França, visto todos os dias morrerem pessoas nas mãos desses mesmo terroristas em outros países ou continentes (África, Arábia Saudita etc) e ninguém dar importância também nesses outros locais. Que importância tem a mais França que os outros países? A vida das outras tantas populações não contam? Porque nunca vi bandeiras nas fotografias das pessoas da Nigéria, Mali, Síria etc etc no facebook e só vejo a de França?
    Só acho que as pessoas têm de ser Mais Solidarias e Humanas, do que apenas seguir "modas"!
    Paz no Mundo é o que Desejo!

    *XoXo
    Helena Primeira
    Helena Primeira Youtube
    Primeira Panos

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?
    Foi bem triste ver no Facebook as pessoas discutindo qual era a pior tragédia, e criticando todas as pessoas que colocaram as fotos nas cores da bandeira da França. Ao invés de estarem orando, se preocupando com as vidas envolvidas nas duas tragédias. Eu mediante a essa situação, só estava focando nas vidas destruídas, nas famílias arrasadas com as perdas. O mundo precisa de mais amor!
    Eu como cristã, acredito que esse é o fim dos tempos. Todos os sinais estão se cumprindo.. Na Bíblia diz que, nos últimos tempos iria se esfriar o amor do mundo.

    Estava afastada do blog, e devido as férias voltei com tudo. Tem post novo! Espero você lá. ♥

    Menina Fashion ♥

    ResponderExcluir
  10. Não existe a pior tragédia, tragédias são tragédias independente de onde ocorreram. Fiquei muito chocada com a reação de muitos perante os acontecimentos. É realmente muito triste tudo o que vem ocorrendo no mundo, e espero de coração que as coisas possam melhorar para todos... <3

    Beijos, Jac
    http://www.blogbehindthewords.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Jac, tem pessoas que só querem ver o circo pegar fogo, e na verdade sequer se importam.

      Excluir

Desde já, obrigada pela visita e pelo comentário.

Volte sempre <3