O amor arquitetado sem querer


Lembro como se fosse hoje. Era domingo, às 11:00. Eu nem imaginava que ele mudaria drasticamente de um dia qualquer para um dia que eu nunca mais fosse esquecer.

No hotel, não sabíamos que éramos uma novidade um para o outro.  Você lembra que me perguntou se já havia assistido o filme "Um amor pra recordar"? Eu respondi que não. Você me contou que o casal combinou uma regra, então você olhou pra mim e disse que não era pra eu me apaixonar por você, igual eles haviam combinado no filme.

Se antes você me conhecesse tão bem como me conhece agora, você iria perceber que eu sou péssimo pra seguir essas "regras", ainda mais essa, tão desafiadora. Como não se apaixonar por alguém tão incrível? Confesso que até hoje não sei a resposta.

Eu sempre fui um cara intenso, o louco que fica encantado com alguma pessoa que eu julgo ser especial. Quando é verdadeiro, eu voo tão alto que perco o chão. Eu quero voltar a ter os pés no chão, mas ao mesmo tempo eu quero ficar lá no alto para sempre.

Eu tenho vontade de voltar para a cama e ficar sozinho junto com todas as minhas incertezas em relação aos outros, que sabem fingir tudo, menos amor. Estou tão acostumado com essas coisas dando errado que eu nem sei como reagiria se algum dia desse certo entre nós.





8 comentários:

  1. Uau, que texto lindo.
    Beijos. ❤
    Te espero em meu cantinho.
    http://www.amordeluaazul.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Uau, belo texto. Amei *-*
    Parabéns pelo blog, já estou seguindo para poder acompanhar as novidades <3

    www.papomoleca.com.br

    ResponderExcluir
  3. Que lindo *--*
    Tô in love com o seu blog cara!

    Beijão!

    Isa | http://isabellalessa.com

    ResponderExcluir

Desde já, obrigada pela visita e pelo comentário.

Volte sempre <3