Eu dancei até meu corpo se cansar do amor.


 Marquei com alguns amigos pra visitar Curitiba no final de semana, eu estava precisando sair de SP. E como dizem, viajar renova a alma. Aproveitamos o dia no centro da cidade e à noite resolvemos sair pra balada. Meus amigos comentaram que eu ainda estava desaminado e que aquela seria uma noite inesquecível. E realmente foi.

A balada estava apenas começando. Até que o meu amigo Gustavo te viu perto do banheiro acompanhado por outra pessoa. Eu não acreditei. Eu pensei comigo mesmo, como seria possível eu ter o azar de encontrá-lo em outro Estado? Eu tinha que ver com os meus próprios olhos.  Sim, eu sei que é burrice. Mas precisava ver por mim mesmo. Corri, fiquei no canto e te vi. E realmente era verdade, você estava na mesma balada que eu. E daquela vez, eu não fui o cara com quem você foi pra casa.

De repente uma melodia suave voltou a soar e o meu coração se inflou de tudo o que eu jurei jamais sentir. E não tinha certeza se era dor, porque, saudade é dor, angustia é dor…. Aquele sentimento se chama "as ruínas quebradas de um castelo onde já habitou amor".

Depois de alguns minutos refletindo, me encontrei com os meus amigos novamente na balada. Eu continuei sendo irônico e sarcástico como sempre fui, mas daquela vez era como uma espécie de autodefesa inatingível. Tudo o que eu queria, era respirar fundo e dançar. Fluir, como uma pluma leve ou uma pena no meio do vento suave do litoral.

Bem que podia existir um xarope que curasse a paixão, que diminuísse todo esse frio na barriga, essa vontade inconsolável do outro. Mas já que não existe, o meu remédio era dançar. E naquela noite, eu dancei até meu corpo se cansar do amor. A cada passo de dança eu tinha uma ideia. E a cada ideia surgiam as palavras na qual eu usei pra escrever esse texto.


4 comentários:

  1. Ai amei haha ♥

    www.nataliloure.com.br

    ResponderExcluir
  2. Gente, isso é real? Essa coincidência louca aconteceu mesmo? Ow :(
    Mas, de qualquer forma, espero que sua estadia por aqui tenha sido boa. E que bom que podemos sempre dançar, né?
    Gostei muito do texto.
    Beijos,
    Bru
    http://www.moderando.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna! Sim, realmente aconteceu HAhaha Eu fui passar o fds, e ele foi passar as férias em floripa, mas ele resolveu curtir Curitiba antes de voltar pra SP. Sim, adorei Curitiba! Ansioso pra voltar! Bjão

      Excluir

Desde já, obrigada pela visita e pelo comentário.

Volte sempre <3